A passagem da Mala-Posta por Vale de Maceira – 5

Posted: 2010/04/03 in História da Mala-Posta

História da mala-posta (1855 – 1864) – A chegada ao Porto – Horários

Em meados de 1859 o serviço de mala-posta estava prestes a chegar ao Porto. Havia receios de assaltos por parte das quadrilhas do Zé do Telhado e do João Brandão (famosos na época) mas, até o Rei D. Pedro V viajou na mala-posta, em Novembro de 1860, pernoitando em Condeixa e em Oliveira de Azeméis.

Só a 16 de Maio de 1859 chegava ao Alto-da-Bandeira, Vila Nova de Gaia, a primeira carruagem da carreira diária entre Lisboa e Porto. A Viagem demorava 34 horas num trajecto de 300 quilómetros de estrada com 23 estações de muda – incluídas as duas terminais. A paragem em cada uma delas era de apenas 5 minutos, tempo julgado suficiente para a substituição dos animais.

Horário do Porto ao Carregado-18ª estação de muda - Vale de Maceira

Horário do Carregado ao Porto-6ª estação de muda - Vale de Maceira

Apenas nas estações de Caldas da Rainha, Leiria, Coimbra e Oliveira de Azeméis se permitia maior demora para que os viajantes pudessem tomar as suas refeições.

Os Preços da viagem eram de 45 réis por quilómetro, o que correspondia a aproximadamente 13$50 para a totalidade da viagem em 1ª classe.

Serviço da Mala-Posta entre o Carregado e o Porto. Tabela de preços do transporte dos viajantes e sua bagagem, do Carregado para cada uma das Estações de muda na estrada até ao Alto da Bandeira.

Sub-Inspector geral dos Correios e Postas do Reino. Conselheiro Eduardo Lessa. Orientou e dirigiu superiormente o estabelecimento e a exploração da mala-posta de Lisboa ao Porto.

Serviço da Mala-Posta entre o Porto e o Carregado. Tabela de preços do transporte dos viajantes e sua bagagem, do Alto da Bandeira para cada uma das Estações de muda na estrada até ao Carregado.

O Fim da mala-posta – O Comboio

O Caminho de ferro já era então uma realidade em Portugal, ameaçando seriamente a sobrevivência da mala-posta. A 7 de Julho de 1864 ficou concluída a linha férrea entre Lisboa e o Porto. Nessa data a Mala-Posta da carreira entre as duas cidades deu por finda a sua tarefa e desapareceu.

A mala-posta é mais segura … (Caricatura inglesa de 1840)

As características “estações”  de muda tiveram outro destino, sendo algumas delas vendidas a particulares, outras desapareceram e algumas encontram-se abandonadas.

João Carlos Mota

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s